segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Review "Echoes of Scotland Street #5" - Samantha Young

My rating: 3 of 5 stars

Eu gostei do livro, mas queria que tivesse sido mais. Sei lá, eu sinto que a Samantha Young se perdeu um pouco nos seus últimos trabalhos, talvez seja pela pressão por ter que entregar um livro pronto em pouco tempo, o que acaba refletindo na qualidade do produto. Eu acredito no potencial da autora e em seu talento, por isso, acredito que o livro poderia ter sido muito melhor. Enfim, sobre o livro:

Cole é um fofo. Sempre foi. E ele é bem diferente dos outros males personagens da autora. Eu não achei ele alpha, ele não tem um humor afiado e nem exala testosterona. Pelo contrário, ele é aquele cara calmo, talentoso, com jeito de menino e isso é o seu charme.

Shannon, por outro lado, parecia uma bagunça. Para mim, foi difícil me simpatizar com a personagem justamente por ela estar espalhada por todo lugar. Ela é o tipo de "agora tá quente, agora tá frio", sem contar que ela é bem fraca de mente, coisa que não me atrai em uma heroína.

Achei que faltou personalidade nos personagens, o que deixou o livro um pouco sem brilho e singularidade. E também não gostei da estrutura do livro. Sempre elogiei a autora por sua estruturação perfeita, mas seus últimos dois trabalhos (contando com esse livro) deixou a desejar nesse quesito.

A história não tem nada de novo, outro ponto fraco.

Shannon só teve relacionamentos ruins, ela é um imã de bad boys e, no final, sempre tem seu coração partido. Depois da gota d'água em mais um relacionamento que termina além de mal, ela se vê sozinha, sem amigos e sem o apoio de sua família. Ela consegue um emprego em um estúdio de tatuagem e passa a trabalhar para Cole.

Eles já haviam se conhecido no passado brevemente, então, para Cole rever Shannon era exitante. Porém, Shannon não compartilhou esse sentimento com Cole, uma vez que ela quer distância de Bad Boys (como se Cole fosse um).

Depois de muitos desentendimentos entre os pombinhos, eles acabam acontecendo. E depois disso acontece o clímax da história, que para mim foi bem decepcionante. Outro ponto fraco. E depois do clímax é só vomito de açúcar. (mais um ponto negativo para quem não curte leitura doce)

No geral, é um livro bom, razoável, mediano... fácil de ler. Não apresenta nada de novo, nada emocionante.

Nenhum comentário:

Postar um comentário