quarta-feira, 24 de setembro de 2014

Review Unforgiven - Elizabeth Finn

My rating: 2 of 5 stars

Pra mim, foi no máximo duas estrelas.

Eu comecei a ler o livro sem ter muita ideia do que esperar. Eu só sabia que a mocinha tinha tido um relacionamento especial com o mocinho no passado, mas ela tinha feito algo que fez com que ele a odiasse. E nisso, ela saiu da cidade em que ele morava e só retornou 6 anos depois.

O que ela fez para merecer o ódio dele, eu não tinha ideia. E quando eu soube, eu tive certeza que o livro seria uma montoeira de páginas angustiantes e sofridas. E não deu outra.

É difícil fazer uma review do livro sem dar muito na pinta sobre o que acontece. Então, pra quem quer ler sem saber nada, tenha em mente que a história é um DRAMALHÃO em caps!!!! Sinceramente, não é meu estilo de livro, por isso, eu não recomendaria.

Fora isso, eu não consegui me conectar com os personagens que eram completamente contraditórios e nem a narrativa me cativou. Para ser sincera, pra mim, o melhor do livro foram as cartas de todos os personagens. Nelas sim eu senti algo que me fez refletir, me fez sentir. O resto... só me fez pensar o quanto a vida da mocinha realmente é uma tristeza.

Comentários com spoiler:

O livro basicamente narra a história entre a Bailey e o Daren, que sempre gostaram um do outro, mas, por algum motivo divino, eles nunca tiveram um relacionamento amoroso. Nesse meio, também tinha a Jess, irmã do Daren e melhor amiga da Bailey.

Um belo dia, a Jess leva a Bailey numa festa e o Daren vai atrás. Lá, ele está com a namorada dele, e a Bailey está dando mole pra um carinha, tentando "dar o troco" pra ver se o Daren sente ciúmes. E ele sente. Ele coloca o cara para correr e beija a Bailey, além de outras coisas. Foi nesse momento que ele decidiu que iria terminar com a sua namorada e ficar com a Bailey. Mas, nesse dia acontece algo que muda a história deles.

O que acontece é que o Daren queria ir embora da festa e a Bailey sugeriu que ela e a Jess pegassem um táxi para ir embora depois. Afinal, elas estavam em uma festa, bebendo... Mas o Daren decidiu que ele iria embora de táxi e deu a chave de seu carro para a Bailey. Ou seja, a Bailey dirigiria.

E não dá outra. Ela estava bêbada, dirigiu, sofreu um acidente de carro e a Jess morreu.

Assim, a Bailey foi presa e pegou 10 anos de prisão.

O livro é basicamente isso. O Daren odeia a Bailey porque ela matou a irmã dele. Mesmo que ele que tenha sido a pessoa a dar a chave do carro dele para ela.

A Bailey tem uma sorte terrível. Nada na vida dela dá certo. Ainda na prisão o seu pai morre, e, quando ela sai da prisão, ela tem que voltar pra cidade que o Daren mora, para poder ficar com a mãe dela. Mas aí a mãe dela resolve mudar para outra cidade, e a Bailey fica sozinha na mesma cidade em que todos a detestam. E quando ela percebe que o melhor é ela se mudar para a outra cidade com a mãe, o Daren pede para ela ficar, afinal, ela é o saco de bancadas psicológico dele.

Ela fica. Ele dá um emprego pra ela. Eles começam a ter um relacionamento sexual. Até que ele é terrível com ela, de novo, e ela vai morar com a mãe em outra cidade. Ele fica chateado... Aí... a mãe dela vai e morre em UM ACIDENTE DE CARRO. Assim, a Bailey fica sozinha e o Daren a leva pra ficar com ele... Aff...Livro cansativo e sem nenhuma mensagem bonita. Apenas angústia após angústia.

View all my reviews

Nenhum comentário:

Postar um comentário