sexta-feira, 8 de agosto de 2014

Review Faithful - Louise Bay

Título: Faithful

Autora: Louise Bay

Avaliação: 3/5

Data de Publicação: 09 de Abril de 2014.
** O livro pode ser encontrado aqui.


Daniel não é meu estilo de mocinho ficcional e nem de homem na vida real. Apesar de ser uma ótima pessoa, lindo, ter corpo de modelo, com um ótimo caráter ($$$), ele é extremamente possessivo (do tipo stalker) e praticamente viciado em sexo. Eu não aguentaria toda a sua intensidade, e não aguentei mesmo. Quando vi, eu estava passando várias cenas quentes, e quando eu digo várias, eu realmente quero dizer VÁRIAS.

Eu senti falta de história, achei que as cenas eróticas dominaram muito a trama. Eu adoro livros eróticos, mas eu me conecto melhor com o romance, com a expectativa da união dos personagens e a cena hot é justamente um bônus para acentuar que os personagens estão juntos e marcando aquele sentimento.

Quando as cenas calientes tomam conta da narrativa e passam a ser completamente banais, eu perco o interesse. Eu te digo que a autora conseguiu escrever cenas realmente quentes, então, para quem curte um livro desse tipo, vai fundo que você será feliz.

Leah, a mocinha, também não é meu estilo de mocinha. Ela é muuuuito insegura, sempre mudando de ideia e deixou se levar de uma forma muito imatura.

A história também gira em torno de um assunto que não é de minha preferência: traição.

Leah está com seu namorado, Charlie, há anos, mas ele não a pede em casamento. Eles moram juntos, mas as coisas estão esquisitas entre eles. Ela, cansada de esperar, diz que se ele não a pedir em casamento, ela irá terminar o relacionamento. Assim, ele a pede em casamento e ela aceita.

Os pais de Charlie não são a favor da união dos dois e, aparentemente, nem os dois são, pois Charlie está traindo Leah, e Leah resolve, do nada, entrar em contato com um antigo paquera da escola, Daniel.

Daniel está divorciado e se interessa por Leah. Eles começam a trocar mensagens e a flertar descaradamente, mesmo Leah estando em um relacionamento sério (que está falido).

Quando Leah descobre que Charlie a está traindo, ela começa um relacionamento com o stalker Daniel. E depois de uns dias e muuuuuuito sexo, os dois já estão trocando “eu te amo”. E é basicamente isso a história. Muito sexo e insegurança dos personagens, principalmente de Leah.

Bem no finalzinho do livro, a autora jogou um mistério que, para minha decepção, não teve resolução. Estou esperando que no livro da Anna ela nos dê uma resposta.

Também senti falta de diálogos dinâmicos capazes de nos entrosar melhor com os personagens, uma vez que a autora preferia apenas dizer que a personagem explicou o que aconteceu no seu dia para o fulano, em vez de nos mostrar o diálogo propriamente dito.  


Enfim, para quem curte muitas cenas quentes, eu recomendo o livro. Se você, como eu, curte mais romance e história, talvez esse não seja um livro para você. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário