terça-feira, 24 de junho de 2014

Review Making Faces - Amy Harmon

Título: Making Faces

Autora: Amy Harmon

Avaliação: 2/5

Data de Publicação: 12 de Outubro de 2013.
** O livro pode ser encontrado aqui.


Esse livro tem um alto nível de apreciação pelas pessoas, mas para mim não deu muito certo não. A escrita é decente, mas a trama em si é... esquisita. Nessa história, nós temos três personagens centrais: Ambrose Young, Fern Taylor e Bailey. E a resposta é não, não há triângulo amoroso.

Na narrativa desse livro, nós temos a evolução da vida desses personagens. Fern, desde nova, é vista como a menina meiga e inteligente que é feia, basicamente por ela ser ruiva, ter sardas e uma arcada dentária que precisa de aparelho. Eu, particularmente, não vejo problema nenhum em ser ruiva e ter sardas. E que atire a primeira pedra quem nunca usou aparelho nos dentes... então, para mim, a história já começou mal aí...

O melhor amigo e primo de Fern é Bailey (o melhor personagem do livro. O mais sensato, pelo menos). A vida de Bailey nunca foi fácil, ele nasceu com uma doença que afeta os músculos e, consequentemente, com o tempo, ele vai perdendo os movimentos do corpo, o que acaba com as chances dele realizar seu sonho, que é ser um lutador. Mas Bailey, sendo forte de mente como é, possui outros sonhos que ele luta diariamente para realizar.

O sonho de Bailey em ser um lutador pode ser realizado por Ambrose. Ambrose é lindo, popular na escola, é esportista, tem um corpo divino e é o garoto que Fern gosta. Mas Ambrose sendo perfeito como é nunca iria namorar Fern. E ele também nunca realizaria os sonhos de Bailey em seguir carreira como lutador, pois Ambrose tem outro objetivo de vida. Ele quer entrar para o exército e ajudar na guerra no Iraque.

Só que Ambrose comete um erro, ele convence todos os seus melhores amigos a ir com ele para a guerra, pois, para ele, seria divertido ter a galera toda reunida. Assim, ele convence inclusive os que não queriam ir. (Sério, quem faz isso?? Em que universo você levaria para a guerra as pessoas que você ama?? Não entendo...) Depois de um tempo, Ambrose retorna para casa para se recuperar das feridas físicas e mentais da guerra. Ele teria que enfrentar a culpa de seus atos e aprender a conviver com o remorso.

Quando Ambrose retorna, Bailey e Fern ainda estão por lá. Bailey se encontra cada vez mais fraco e Fern virou uma bela mulher (enquanto que Ambrose agora é desfigurado...). Acontece que Fern não liga para aparência física e ela quer ajudar Ambrose a sair da tristeza que o domina. E Bailey está nessa para ajudar também. E, assim, finalmente, Ambrose se vê dando uma chance para Fern.

Isso foi outra coisa que eu não gostei. Se ele ainda fosse lindo e ela “feia”, ele daria uma chance para ela? Por que quando eles estavam na escola e esse era o cenário, ele não deu.  Então... Por causa disso, eu simplesmente não consegui me conectar com eles. Sem contar que eles eram superficiais demais.

Enfim, não curti.

Nenhum comentário:

Postar um comentário